Verificadores em Portugal

 

 

Observador estabeleceu uma parceria com o Facebook e passou a fazer parte, desde abril de 2019, de uma rede mundial de 'fact checkers' independentes que verifica a autenticidade de conteúdos partilhados naquela rede social.
O programa, em 14 idiomas, inclui 22 parceiros de 'fact-checking', como por exemplo o jornal brasileiro Estado de S. Paulo.
Os parceiros do Facebook nesta iniciativa, incluindo o Observador, pertencem ao International Fact-Checking Network (IFCN), rede de verificadores de factos que aderiram ao código de conduta do Poynter Institute.

https://observador.pt/seccao/observador/fact-check/

 

O Polígrafo é um projeto de verificação de factos, transmitido semanalmente na SIC e atualizado diariamente no seu site.
Leia, como se apresenta:
Diariamente a equipa do POLÍGRAFO acompanha um conjunto alargado de personalidades cujas intervenções têm relevância pública. Falamos de políticos, de comentadores, de “influenciadores”, de artistas e até de agentes do meio desportivo. O critério é sempre o que resulta do cruzamento da projeção das suas palavras e do interesse público que elas representam.

POLÍGRAFO não avalia jornais ou jornalistas – analisa os protagonistas das notícias, o que é bem diferente.

A partir do momento em que o POLÍGRAFO, com base nestes pressupostos, decide “checar” uma informação, há cinco passos que devem ser cumpridos:

  • Consultar a fonte original da informação
  • Consultar fontes de natureza documental que possam solidificar o processo de checagem
  • Ouvir os autores da afirmação, dando-lhes o direito de a explicar
  • Contextualizar a informação
  • Avaliar a informação de acordo com uma escala de avaliação

https://poligrafo.sapo.pt/